Não Tenha Medo, Amplie a Mente

Não Tenha Medo! Você Vive Dentro do Reino do Medo?

Não Tenha Medo! Você Vive Dentro do “Reino do Medo”??

Não tenha medo, o medo é o inimigo do aprendizado. A idolatria é outro grande inimigo. E assim o círculo fica fechado. O círculo do medo.

Quem tem medo não consegue raciocinar direito, ou seja, livremente. Precisamos saber o porque é certo e o porque é errado. Precisamos saber o significado de cada palavra para não entrarmos na fantasia. Precisamos saber. Não precisamos de nenhuma imposição (coação, tirania).

  • Temos que sabatinar todas as coisas, sem medo, sem idolatrar livros e pessoas. Os homens presos ao medo não conseguem observar todas as coisas. O medo impede as pessoas de raciocinar de forma clara.
  • Nenhum humano está livre de ser sabatinado quanto as suas palavras e ações. Sabatinar a si mesmo é necessário.

Amplie a mente para ver coisas e coisas

Você tem todo o tempo para raciocinar livre do medo. Tem todo o tempo para PESAR e COMPARAR informações sem idolatrar pessoas ou livros. Não quero nem incentivar e nem desincentivar. Só desejo que tenha em mãos todas as informações de forma livre, o objetivo é fazer com que as pessoas comecem a sabatinar todas as coisas, sem que o medo as impeça de aprender, e a escolher.

As pessoas precisam aprender a observar detalhes, pensar, identificar e chegar a conclusões. Não devem ser teleguiadas. As pessoas acham mais fácil serem teleguiadas, sim, com alguém chegando a conclusão por elas. EIS UM PROBLEMA. Existem aqueles que andam escorados em outros humanos. Basta derrubar um e todo o castelo começa a ruir.

  • Quando obedecemos PORQUE entendemos e concordamos, a coisa é bem diferente. NUNCA veremos como fardo tal obediência. Passamos a ser uma fonte daquele mandamento ou princípio (fonte de amor, igualdade, perdão, lealdade…). Não obedecemos por medo, medo de desagradar e deixar de ganhar algo.

Observe, se interesse e seja UMA FONTE de conclusões sábias, que levam a decisões (ações) sábias.

Infelizmente, as pessoas se agradam e estão mais interessadas em assuntos do cotidiano, assuntos comuns, entretanto, deviam ir além disso. São tantos assuntos. EXEMPLO: Muitos falam só de futebol ou de mulher. É um assunto que interessa a quase todos. Muitos falam só de dinheiro, sim, um assunto que agrada a maioria. Muitos falam sobre morte. É um assunto comum.

EXEMPLO: Quando as crianças não querem conversar sobre os assuntos sérios que os mais velhos (adultos) os chamam para participar, o que fazem??? Quando têm medo dos adultos, ficam ali e dormem. Quando não têm medo, arrumam um jeito de se divertir com os assuntos revelando o total desconhecimento do assunto. O que fazer?? Respeitar o tempo da criança, quanto à atenção que dará, mas não se abstendo de falar. Com que objetivo?? Que aprendamos que aquele procedimento faz mal, tanto para o próximo (a criança humana) como para nós.

Depois de fazer um erro, a criança corre e se esconde?!
O que ganha?? Tem medo da reação do Pai?!
Acha que o Pai vai ficar com raiva dela?!!

Crianças… são apenas crianças….

As perguntas vão surgindo de acordo com o aumento do conhecimento do interessado. O conhecimento é cumulativo. Quanto mais conhecimento, mais perguntas. Não há como fugir desta verdade. Aceitar e se adaptar a ela.

O medo é uma arma perfeita para domar as pessoas, colocando medo nas pessoas para que elas se aproximem disso e daquilo (ou dele ou dela), ou para que acreditem nisso ou naquilo.

  • O medo impede o aprendizado. O medo impede as pessoas de raciocinar.
  • É usado como arma, para tentar nos convencer de algo.
  • É usado como arma por aqueles que têm poucas respostas.

O medo é jogado em cima dos incautos. Assim sendo, a pessoa não entende, a pessoa aceita por medo e a pessoa fica prisioneira.

Um perigo, um grande perigo. Precisamos estar livres do medo para podermos aprender. O medo é muito perigoso. O medo é a arma dos intolerantes. O medo tem sido a arma dos pais para manterem seus filhos quietos. Inventam até um bicho-papão monstruoso. O medo é a arma dos incompetentes em ensinar.

Todos os incompetentes usam o medo como arma, para não precisarem explicar o que não sabem explicar. No entanto, o medo é uma péssima ferramenta a ser usada no ensino. Os ignorantes (aqueles que não sabem) ficam com medo de questionar o que não entendem e que não concordam. Muitos fazem apenas para agradar àquele que lhe ensina, pois tem medo de “desagradar” àquele que deveria lhe ensinar a raciocinar.

  • O medo ajuda a pessoa a ser escrava de outras. EXEMPLO: Você busca proteção e paga pela proteção.

NOTA: Mesmo quando nossos amados pais nos ensinam tudo errado, nós responderemos por nossos erros. Os nossos pais responderão pelos erros deles. Não responderão por eu ter errado em face da falsa informação deles.

EXEMPLO: Como alguém com medo de Deus, vai conseguir amar a Deus?? Como alguém com medo do próximo, vai conseguir amar o próximo?? Até onde isso vai?? São sentimentos bem diferentes. (amor e medo)

  • Quem tem medo não consegue amar.

Enfim, sabatine os mandamentos, regras, leis, princípios, assuntos. Não tenha medo. Sabatine-os até a plena exaustão. Não podemos só ver o que desejamos ver. Por isso precisamos ser sabatinadores de toda verdade.

Se somos um fruto da quantidade e da qualidade das informações que recebemos e do tempo que gastamos para entendê-las, devemos perceber que todos os demais humanos também assim o são. O que eles necessitam?? Da correta informação.

Daí perguntamos a nós mesmos: Será que estou com a informação correta OU com uma informação deturpada?? Vemos assim a crucial importância de CONHECER as informações existentes e sabatiná-las.

Passamos então a ter uma luz, vemos que é uma questão individual. Logo, devemos sabatinar a nós mesmos e ouvir a sabatina de outros, visando remover todos os tijolos podres que possam existir nos nossos castelos.

Temos um problema grande: A “confiança” que podemos depositar naquele que nos passa informações. Por vezes poderemos deixar de sabatinar certos assuntos PORQUE confiamos naquele que nos passa certas informações e temos medo de DESAGRADAR esta pessoa.

Conclusão: Não devemos deixar que o medo de desagradar alguém nos impeça de sabatinar este alguém. De forma coerente, não devemos ficar chateados ou enfezados quando alguém nos sabatina. A violência não transforma em verdade ou em mentira a palavra (informação) falada por alguém. O tempo comprovará a exatidão da palavra. Ovelha (pessoa educada) não pratica violência física, tampouco, violência psicológica.

O medo não é uma boa motivação. Todas as ideias devem ser sabatinadas… Por que?? Como?? Quando?? Onde?? Que relação existe??…

EXEMPLO: Independente do que o nosso filho tenha na cabeça, como pai interessado, devemos sabatiná-lo, para que ele externe todo o seu castelo. Depois de conhecermos bem o castelo construído pelo nosso filho, passamos a fazê-lo notar que certas pedras ali existentes são feitas de papelão.

  • Reconhecer as pedras falsas é fundamental para prevenir os problemas e ter boas soluções para eles.

Tenho observado algumas pessoas começando a questionar assuntos que não admitiam questionamentos. Tudo é bem lento. HOJE eu entendo como funciona. É uma coisa fantástica a mente humana, tiro por mim mesmo. Mas, o amor pela “verdade” deverá prevalecer em algum momento. Se eu não tivesse passado por cada um dos detalhes talvez não compreendesse os outros.

Bem, alegremos-nos por estarmos em uma fase depois.

Batalhemos nesta fase, até termos a capacidade para avançar de fase.
Quando chegaremos no nível 1000??? kkk  ^_^

Espero que aumente o seu gostar pela sabatina cada vez mais. Quando muitos sabatinam todos saem ganhando conhecimento e entendimento.

Quem não tem medo, tem uma mente liberta para raciocinar.

NOTA: O medo é um sentimento. Todo sentimento tem por base a informação. Ele vem com a informação e vai com a informação. EXEMPLO: Criança passa a ter medo de bicho papão por causa de alguma informação e perderá esse medo com a correta informação.

Pensemos e Sabatinemos. 

Um Grande Abraço.

Sobre Alex Brito 7 Artigos
Alex Brito é um Filósofo, Hipnoterapeuta (Mentalista), Consultor (Coach), Profissional de Marketing e Palestrante. Autor e Criador do Site Sabatinador. Colunista na categoria "A Vida".

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.