Mega Operação em Varginha, com um dos envolvidos pode ter ligação ao homicídio de Campos Gerais-MG

Alvos são suspeitos de homicídios ligados ao tráfico de drogas; dois menores também foram detidos.

Operação ‘Quinto Mandamento’ prende 11 pessoas em Varginha, MG

A Polícia Civil prendeu 11 pessoas e dois menores foram detidos durante a Operação Quinto Mandamento, na manhã desta sexta-feira (9) em Varginha (MG). Os alvos são suspeitos de homicídios ligados ao tráfico de drogas. “Quinto Mandamento” é uma alusão ao mandamento bíblico “Não Matarás”.

Desde o início da manhã, mais de 100 policiais de Varginha e também de Três Corações (MG), Lavras (MG) e Campo Belo (MG) estavam nas ruas da cidade ajudando no cumprimento de mandados de busca e apreensão e também de prisão. Um helicóptero deu apoio ao trabalho.

A operação ganhou o nome de Quinto Mandamento por causa dos 13 homicídios registrados na cidade desde setembro do ano passado. “Dívidas de drogas, guerra entre as facções criminosas, cobrança pelo não pagamento da droga, então todos estes homicídios têm ligação com o tráfico de drogas”, explica o delegado Roberto Alves Barbosa Júnior.

Dois cães do canil da Polícia Militar de Belo Horizonte (MG) foram usados pra ajudar na busca por drogas. O material apreendido foi levado pra Delegacia de Varginha. Entre os presos e os menores detidos, alguns tinham mandado de prisão e outros teriam sido flagrados com drogas durante a operação. Segundo o advogado, que representa um dos suspeitos, ele negou participação nos crimes.

“O que a gente conversou com ele, que ele nos passou é que não. Entendeu? Parece que o que foi encontrado foi em um terraro na frente da casa dele, e ele não tem conhecimento. Mas tudo isso a gente tem que aguardar a finalização da operação justamente para saber que ponto e que rumo a gente vai tomar”, disse o advogado Diego Sabino.

Entre os presos também estão um homem de 30 anos e um rapaz de 19 anos, suspeitos de serem autores de homicídios. Os dois e um terceiro preso, que já tinha sido detido na cidade, e foi transferido para Campos Gerais (MG), são defendidos pelo mesmo advogado.

“A princípio, hoje, ele está preso por suspeita de tráfico de drogas e tortura. Agora ficamos cientes de que ele tem um possível envolvimento em um homicídio, mas como ainda não tivemos acesso para saber que homicídio seria esse. Quanto aos outros dois envolvidos eles negam a participação. Todos os três negam”, disse o advogado Fábio Gama.

A polícia informou que, dos 11 presos, dois foram ouvidos e liberados, e os outros nove foram levados para o Presídio de Varginha (MG). Os dois menores também serão ouvidos e liberados.

“Alguns deles são prisões temporárias, podem ser prorrogadas por mais 30 dias e posteriormente convertidas em prisão preventiva. Outros já são prisão preventiva, os inquéritos já foram concluídos, eles já foram indiciados e o mandado é de prisão preventiva”, explica o delegado Josias Moreira Giffoni.

Assistam ao vídeo!

              

 Fonte: G1

Acidente na beira lago Vale dos ipês em Campos Gerai-MG

Jornalista do Sul de Minas é agredido em plena cobertura da sessão da Câmara Municipal de Alfenas

Sobre Roseli Lima 195 Artigos
Graduada em Pedagogia, dedicada no jornalismo, amante das ações sociais, leva a família e o trabalho como duas paixões distintas, porém necessária para equilíbrio pessoal. Enfim Jornalista de coração para uma nação.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.


*